O Ministério do Planejamento autorizou a realização de concurso público para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Este é o passo que faltava para que a seleção começasse oficialmente. O aval permite que o órgão contrate 375 peritos médicos previdenciários e 1.500 técnicos do seguro social.
O INSS tem três meses para publicar o edital de abertura do concurso, mas a expectativa é que não se use todo esse prazo. As 1.875 vagas devem ser preenchidas de forma escalonada, nos meses de março, julho, outubro e novembro de 2012.
As novas vagas permitirão a reposição dos quadros de perito médico previdenciário e de técnico do seguro social de 448 agências da previdência com lotação precária, bem como estruturar 69 novas agências já inauguradas e 280 previstas para serem inauguradas até 2012, como consta no Plano de Expansão da Rede de Atendimento da Previdência Social (PEX).
A depender da carga horária escolhida pelo novo servidor do INSS, o limite da remuneração inicial para perito médico (nível superior) é de R$ 9.824,53 e o de técnico do Seguro Social (nível médio) é de R$ 4.192,89.