quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Roberto Germano faz primeira reunião com secretariado já definido e demonstra confiança na equipe

Roberto Germano faz primeira reunião com secretariado já definido e demonstra confiança na equipe

0
Há quatro dias de assumir o comando da prefeitura de Caicó, o prefeito eleito Roberto Germano (PMDB) fez a primeira reunião com sua equipe de secretários já definida e alguns membros de sua transição. Com a ausência justificada de alguns nomes, Roberto fez a reunião em um dos auditórios da Adese. A reunião, de acordo com Germano serviu para a troca de experiências entre os secretários, e definição dos primeiros passos da nova administração. “Independente de quem seja o prefeito, no dia primeiro a administração tem que continuar com todos os seus serviços essenciais para a população. Também orientamos os secretários que assumirão suas pastas para procurar os atuais e tomar conhecimento de como cada uma delas se encontram”, explicou.
Roberto não acha que tenha demorado a definir seu secretariado, e garante ter levado em consideração tanto o critério técnico como político. “Algumas secretarias como Educação, Saúde, Tributação você tem que levar em consideração o critério técnico. Mas não deixamos também de aproveitar o político, conversando com todos os nossos aliados, mesmo deixando claro que cada um me deixou bem à vontade, sem fazer qualquer tipo de pressão”, disse.
O prefeito eleito já elegeu como seu primeiro desafio fazer com que os serviços de Saúde funcionem durante o primeiro mês de sua administração. Por se tratar de um mês atípico, onde muitos profissionais médicos gozam de suas férias, Roberto já vem mantendo reuniões para garantir os plantões. “Nós já tivemos uma primeira reunião com os pediatras. Vamos nos reunir com a atual secretária de Saúde já marcando uma nova reunião pra que a possa garantir os plantões no mês de janeiro, inclusive os do Hospital Regional, pois sabemos que neste mês a permanência dos médicos é deficiente, mas vamos encontrar uma solução” disse.
Outro desafio é encontrar uma solução para conviver com a determinação do Ministério Público, de que até o dia 31 deste mês o Município não poderá mais manter nenhum vinculo de funcionário através de contrato. “Onde for estritamente necessário a permanência, enquanto convocamos os aprovados no concurso, vamos ter que encontrar uma emergência. Um Posto de Saúde que tenha mais serviço prestado do que efetivo não pode deixar de funcionar, e enquanto convocaremos os concursados precisamos fazer esse posto funcionar. Nossa preocupação é como chamar os concursados, se estamos no limite prudencial. Mas vamos encontrar uma solução”, finalizou.

Nenhum comentário:

Comissão aprova vagas de estacionamento para grávidas, mulheres no pós-parto e adultos com crianças Compartilhe Versão para impressão...