Igreja Presbiteriana de Caicó Comemora 121 Anos de Evangelização

Foto:Repórter Eliezer Dantas

Convidamos todos amigos de Caicó e da região do Seridó

 Para participar dia 11 dia 12 de maio

 O seu aniversário de 121 anos


Igreja Presbiteriana de Caicó é uma das igrejas mais velho do município. " Se alguém deseja conhecer melhor o trabalho da Igreja, nós temos documentos etc. É uma das igrejas mais velhas de Caicó. Estamos aqui na Coronel Martiniano, 852. Ela (igreja) começou na Avenida Seridó e quando viemos para aqui não era nem calçada ainda"


Conheça um pouco da História da Igreja Presbiteriana no Brasil

  A Igreja Presbiteriana está presente no Brasil desde 1859, sendo a primeira igreja evangélica de missões a se instalar neste solo. O evangelho chegou primeiramente por via presbiteriana em meados de 1899. 
 Neste mês a Igreja Presbiteriana do Brasil está completando 121 anos de existência em solo Seridoense.
 A história conta que o Rev. Ashbell G. Simonton – primeiro missionário presbiteriano no Brasil - e seus companheiros eram todos da Igreja Presbiteriana do norte dos Estados Unidos. Em 1869 chegaram os primeiros missionários da igreja do sul: George N. Morton e Edward Lane. Eles fixaram-se em Campinas-SP, região onde havia muitas famílias norte-americanas que vieram para o Brasil após a Guerra Civil no seu país (1861-65). Os obreiros da Igreja Presbiteriana do Sul dos Estados Unidos também foram os pioneiros presbiterianos no nordeste e norte do Brasil (de Alagoas até a Amazônia). Os principais foram John Rockwell Smith, da igreja do Recife (1878); De Lacy Wardlaw, pioneiro em Fortaleza; e o Dr. George W. Butler, o “médico amado” de Pernambuco. O mais conhecido dentre os primeiros pastores brasileiros do nordeste foi o Rev. Belmiro de Araújo César, patriarca de uma grande família presbiteriana. Enquanto isso, os missionários da Igreja Presbiteriana do norte dos Estados Unidos também continuavam o seu trabalho, auxiliados por novos colegas. Seus principais campos eram Bahia e Sergipe, onde atuou, além de Alexander Schneider e William Blackford, o Rev. John Benjamin Kolb. Entre os novos pastores “nacionais” desse período estavam Eduardo Carlos Pereira, José Zacarias de Miranda, Manuel Antônio de Menezes, Delfino dos Anjos Teixeira, João Ribeiro de Carvalho Braga e Caetano Nogueira Júnior. As duas igrejas norte-americanas também enviaram notáveis missionárias educadoras: Mary P. Dascomb, Elmira Kuhl, Nannie Henderson e Charlotte Kemper.
No Rio Grande do Norte, a igreja chegou pelo interior em 1885, pelas mãos do Rev. De Lacy Wardlaw. Podemos dizer que o berço da Igreja Presbiteriana do Brasil, em terras Potiguares, é Mossoró. Em 1887 o Rev. Wardlaw visita Natal. Mas só em 1895 é que a nossa capital passou a ter um pastor definitivo, foi o Rev. William Calvin Porter (o missionário de cabelos brancos). Como pastor da Igreja Presbiteriana do Natal, Calvin Porter fundou o periódico “O Século”, jornal publicado em Natal, sendo seu redator-chefe. Estabeleceu no sertão do Rio Grande do Norte as congregações de Macaíba, Curumataú, Penhas, Assú, Arês, Angicos, Goianinha, Canguaretama, Fazenda Bola (termo da vila de Triunfo), Baixio (Laginha), Mossoró, Ceará-Mirim, São Miguel, Nova Cruz, Brejinho do Soter, Currais Novos, Flores, Caiada e Caicó onde celebrou, em 1903, pela primeira vez uma cerimônia de casamento. Sua esposa Katherine H. Porter, fundou a primeira escola evangélica do nordeste, o Colégio Americano de Natal (1895).
Na região do Seridó desde 1899, a Igreja Presbiteriana foi a primeira a chegar, tendo-se instalado na cidade de São Miguel do Jucurutu, na casa do Sr. Manuel Tomaz de Araújo (e em propriedade que foi herdada por Moisés Lopes), e depois na fazenda Baixio, propriedade do capitão Delmiro Saldanha (provavelmente o atual distrito de Lajinha). Em Caicó, foi o casal Chicó Vale e Lormina Vale quem passou a hospedar os missionários para a celebração das reuniões em que todos podiam ler a Bíblia; também foram os primeiros “crentes” da cidade. Muitas outras personalidades fizeram e fazem a história recente da igreja Presbiteriana de Caicó, como os pastores: Pedro Bezerra, Anselmo Rodrigues, Marcos Severo e Marcos José, além dos presbíteros Siloé Capuxu e Waldimir Lopes (in memorian), Antônio Epifânio,Nivaldo e mulheres como Zinaide e Zila Vale, Mirtylla Lobo, Romana Cristina (in memorian), entre tantos outros que se destacaram nessa construção histórica e que a história não esquecerá, pois que estão vivos na lembrança de muitos irmãos ainda hoje.


Desde já agradecemos a sua presença, rogando as ricas bênçãos do Senhor sobre você e sua família.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Preocupação dos moradores com a proximidade da Nova Caicó