sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Veterinário e secretária de Saúde descartam casos de Esporotricose em Caicó


Em entrevista à imprensa, o veterinário Robinson Góes, explicou sobre uma informação que circulou nas redes relacionada a uma doença provocada através dos animais e que teria acometido três crianças em Caicó.
“Eu já entrei em contato com vários veterinários, o Centro de Zoonoses, os laboratórios da cidade e obtive a informação de que não existe nenhum caso de Esporotricose. É mais um alarme e com isso quem sofre são os animais (gatos e cães) que muitas vezes estão sendo apedrejados e envenenados”, afirmou Robinson Góes.
A secretária municipal de Saúde, Leiliane Albuquerque, esteve nos hospitais e obteve informações sobre essa questão da doença Esporotricose. “No Hospital Regional do Seridó, a informação é que não tem nenhum registro de entrada de criança com essa doença, mas de qualquer forma vai fazer uma busca mais detalhada. No Hospital do Seridó também não tem nenhuma criança com essa mesma doença, mas foi notificada uma entrada de uma criança no final de janeiro, com uma bactéria de gato, mas que não tem as mesmas características da Esporotricose”, destacou Leiliane.
A secretária ainda ressaltou que a criança já fez todo o tratamento e já obteve alta no Hospital do Seridó e isso reforça o posicionamento dos veterinários que confirmam que em Caicó não foi diagnosticado nenhum gato com a doença Esporotricose. A esporotricose é uma micose provocada por fungos patogênicos do gênero Sporothrix, que afeta humanos e outros animais. Geralmente afeta vasos linfáticos e pele (75%), mas também pode afetar pulmão, ossos, cérebro ou articulações.

Nenhum comentário:

Abertura da Consciência Cristã 2020 em Campina Grande acontece nesta quinta-feira (20)

foto:repórter  Eliezer Dantas  fof Programação da 'Consciência Cristã' 2020 acontece entre 20 e 25 de fevereiro, em Campina Gra...