terça-feira, 29 de junho de 2021

Lázaro Barbosa, o serial killer do DF, morre em confronto com a Polícia de Goiás

Lázaro Barbosa, de 32 anos, conhecido como "serial killer do DF", morreu após ser capturado pela Polícia Civil de Goiás na manhã desta segunda-feira, 28. Ele é acusado, dentre outros crimes, de matar uma família de quatro pessoas no começo deste mês, em Ceilândia, no Distrito Federal.

O cerco policial para prendê-lo durou 20 dias e as buscas se concentraram na região de Cocalzinho de Goiás (GO), no entorno entre o Distrito Federal e Goiás, onde havia sido visto pela última vez. A Polícia Militar usou helicópteros, cães farejadores e contou com auxílio da Polícia Federal para capturá-lo. Segundo agentes que acompanham as buscas, Lázaro conhecia bem a área, onde mora sua família, e tinha facilidade para se esconder na mata.

Policiais comemoraram a prisão. Imagens mostram o fugitivo ferido e sendo levado para o hospital. Ele chegou a ser colocado em uma ambulância, mas ele acabou morrendo. Vídeo postado em redes sociais mostra o momento em que Lázaro é carregado por agentes de segurança e transferido para uma ambulância. "Porra! Acabou!", gritaram os policiais.

A Secretário de Segurança de Goiás, Rodney Miranda, afirmou que Lázaro foi levado com vida para atendimento médico e morreu em decorrência dos ferimentos após confronto com a polícia.

"Ele foi socorrido com vida, mas, chegando ao hospital, foi a óbito. Descarregou uma pistola, possivelmente 380, em cima dos policiais", afirmou Miranda. O confronto ocorreu em Águas Lindas de Goiás (GO), no entorno de Brasília.

Uma megaoperação foi montada com o objetivo de capturá-lo, incluindo polícias estaduais de Goiás e do DF, e as polícias Federal e Rodoviária Federal. Foram mobilizados mais de 270 agentes de segurança.

Antes da confirmação da morte do criminoso, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, havia anunciado, pelas redes sociais, a prisão

Nenhum comentário:

Mototaxista é posto em liberdade poucos minutos após ser preso com droga em Caicó

Em um trabalho ostensivo na tarde dessa quarta feira, 21, o GTO (Grupo Tático Operacional) prendeu um mototaxista e apreendeu um adolescente...